x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

09 h 16

Quinta-feira, 27 Junho 2019

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


19/05/2014

Sob os cuidados do oftalmologista

Consultas periódicas ao oftalmologista e o diagnóstico precoce de doenças oculares  ainda são os melhores remédios
 
A saúde dos olhos está diretamente ligada a prevenção. Visitas periódicas ao oftalmologista são ainda a melhor maneira de diagnosticar precocemente alguma alteração nos olhos. Assim como em qualquer patologia, quanto mais cedo o tratamento, mais chances de cura. Com os olhos não é diferente. É atenção redobrada.
De acordo com a oftalmologista da Clínica Canto, Dra. Ana Paula Canto, a realização de exames periódicos é ideal para a detecção de alterações visuais. "Patologias mais comuns como a catarata, até as mais graves como o glaucoma precisam ser diagnosticas cedo. É recomendável pelo menos uma consulta por ano". indica Ana Paula.
Doenças como diabetes e pressão alta são alertas para que esta visita ao oftalmologista seja antecipada. "São doenças silenciosas que afetam diretamente os olhos. Com os exames e os testes, é possível fazer uma análise mais completa dos olhos. A dica também vale para todos, mas estas doenças precisam de atenção especial".
Óculos
Muitos acham charmosos, outros não gostam muito, mas os óculos ainda são essenciais no tratamento de patologias. Para miopia, astigmatismo, hipermetropia e a presbiopia, tanto quando a dificuldade para enxergar é de perto ou de longe, o uso dos óculos é sempre indicado. "Independente da questão estética, é qualidade de vida. Somente um médico pode avaliar e indicar lente e grau corretos para cada caso".
Segundo a Dra. Ana Paula, alguns sintomas percebidos no dia a dia devem ser levados em consideração. Franzir os olhos para ver com nitidez ou passar despercebidos por pessoas conhecidas na rua, por exemplo, podem ser sinais de miopia. "Crianças que já estão na escola e escrevem com o nariz muito perto do caderno provavelmente apresentam alguma alteração", alerta a médica.
Andressa Cordeiro Costa, mãe do Guilherme, percebeu que o filho estava tendo dificuldades na hora de fazer as tarefas escolares e isso estava afetando diretamente no rendimento escolar. Após uma consulta, o diagnóstico precoce resolveu o problema. "Ele sentia dores de cabeças frequentes e agora com o uso dos óculos, as dores passaram e o desempenho na escola melhorou", conta.
Para quem se preocupa com a estética, o mercado de armações tem modelos para todos os gostos e preferências. Além disso, as lentes de contato conquistam muitos pacientes, mas são rejeitadas por outros pela dificuldade de adaptação e pelo cuidado com a limpeza. "As lentes dispensam o uso dos óculos, mas o cuidado é redobrado. O uso inadequado pode agravar o problema e facilitar o acesso de bactérias nos olhos", comenta a médica. Lentes coloridas, que normalmente são usadas sem nenhuma prescrição médica, também oferecem riscos e precisam de uma avaliação antes de serem utilizadas. 
Cirurgia refrativa também é uma opção para a correção do grau. 

Conceito Notícias

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011