x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

15 h 13

Sábado, 20 Abril 2019

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


10/03/2014

Tremor nos olhos

O tremor nos olhos, como as pessoas costumam chamar, é na verdade é um tremor nas pálpebras e não do olho em si. Em termos médicos, esse tremor é chamado mioclonia.  Esse tremor involuntário das pálpebras pode ocorrer sem motivo aparente, sem causa nenhuma mas pode também ser decorrente de alguma doença nos olhos ou nos nervos do rosto. O tremor ocorre no músculo palpebral ou no músculo orbicular (que envolve os olhos) e costuma ser benigno, isto é, geralmente não indica nenhuma doença.

Causas do tremor nas pálpebras

- Cansaço extremo
- Estresse, nervosismo, ansiedade
- Ingestão excessiva de cafeína (café, chá, refrigerante) ou álcool
- Falta de vitaminas e sais minerais
- Carência de potássio
- Uso de óculos com grau errado e inadequado (raramente)
- Ressecamento ocular (olho seco)
- Alergia ocular
- Tique nervoso (existe uma doença chamada Síndrome de Tourrete em que a pessoa tem muitos tiques e um deles pode ser piscar o olho)

No entanto, é importante ressaltar que em grande parte dos casos não é possível identificar a causa do tremor dos olhos. Algumas alterações oculares também podem causar esse tremor:

- Síndrome do olho seco 
- Ceratite
- Ponto solto (para quem fez alguma cirurgia nos olhos e o ponto fica exposto)
 
Blefaroespasmo e espasmo hemifacial

Blefaroespasmo e espasmo hemifacial são doenças do sistema nervoso (do tronco cerebral, dos gânglios da base ou do nervo facial) em que ocorre contrações (tremores) involuntários e frequentes dos músculos ao redor do olho e ás vezes também dos músculos ao redor da boca, de um lado só ou dos dois lados do rosto. Os tremores são tão intensos e constantes que limitam muito a vida da pessoa e precisam ser tratados. O tratamento pode ser feito com injeção de toxina botulínica (botox). 

Embora raro, o tremor palpebral pode sinalizar uma doença neurológica, uma alteração do sistema nervoso central.  Nesse caso, outros sintomas costumam ocorrer, como paralisia facial, tremor na região dos lábios, dificuldade para andar, falar etc. Nesses casos um neurologista deve ser consultado o quanto antes.

Se o tremor nas pálpebras ocorre de forma esporádica, poucas vezes na semana e só por um tempo pequeno não há necessidade de preocupação. Mas quando esses sintomas ficam mais comuns e frequentes ou quando outros sintomas oculares acontecem junto (como dor nos olhos, sensação de areia, baixa da visão), o oftalmologista deve ser procurado.

Tratamento 

Primeiro é preciso entender que quando esse tremor é esporádico não precisa de tratamento específico. É preciso identificar a causa desse tremor e combater o estresse, melhorar a alimentação, dormir melhor etc. Ir no oftalmologista para fazer um exame de grau, ver se os seus óculos estão desatualizados também é importante. Em casos onde o tremor é tão grande que atrapalha a vida ou a visão da pessoa, uma opção de tratamento é a aplicação de botox.

Portal da Oftalmologia

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011