x Logo Dr. Visao

Dr. Visão

Guia To Go

07 h 40

Quarta-feira, 23 09 2020

GUIA DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA


11/10/2012

11 de outubro - Dia Mundial da Visão

Degeneração macular relacionada à idade (DMRI) é a principal causa de cegueira em pessoas com mais de 60 anos.
 
·    No Dia Mundial da Visão, médicos recomendam que pessoas com mais de 50 anos consultem anualmente o médico retinólogo
 
Hoje, dia 11, é marcado pelo Dia Mundial da Visão, de acordo com o calendário da Organização Mundial da Saúde (OMS). A data é uma oportunidade para alertar as pessoas sobre as doenças que atingem a visão como, por exemplo, a principal causa de cegueira entre a população com mais de 60 anos, a degeneração macular relacionada à idade (DMRI).
 
De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre 2000 e 2010, a população brasileira com 60 anos ou mais passou de 14,5 milhões para mais de 20 milhões de pessoas nesta faixa etária e há projeções de crescimento. Nesse sentido, a DMRI estará entre as doenças que impactarão cada vez mais esse público. “O aumento da longevidade da população é uma tendência. Com o aumento da expectativa de vida, torna se fundamental o controle da saúde ocular para a manutenção da qualidade de vida”, comenta o médico Dr. André Vieira Gomes, oftalmologista e Vice-Presidente da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo.


Degeneração macular relacionada à idade (DMRI)

A doença não é tão conhecida pela população, como o glaucoma ou a catarata, mas atualmente já atinge cerca de 30 milhões de pessoas no mundo, segundo a Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo (SBRV) e cerca de 3 milhões de brasileiros1. A DMRI afeta a visão central, levando à perda da visão em pouco tempo, se não tratada de forma precoce. O único fator de risco comprovado até o momento é o envelhecimento.
 
No estágio avançado, a doença pode limitar significativamente a autonomia do idoso, comprometendo atividades cotidianas, como ler, assistir televisão, cozinhar, caminhar e até mesmo distinguir rostos. Entre os seus sintomas iniciais estão visão com linhas onduladas, borramento visual e distorção de objetos. O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento dessa e outras doenças que afetam a visão dos idosos. Por isso, os médicos recomendam que as pessoas acima de 50 anos consultem anualmente retinólogo, médico especialista em retina.
 
Existem duas formas de DMRI, a forma mais frequente, chamada seca, e a forma mais grave que atinge 15 a 20% dos casos, chamada úmida. Apesar de não existir cura para a doença, para a forma úmida os pacientes brasileiros podem contar com tratamento eficaz e seguro, chamado terapia antiangiogênica. “A terapia antiangiogênica deve ser aplicada no interior do olho. Para cada grupo de 100 indivíduos que começam o tratamento, em torno de 90% conseguem estabilizar a visão e cerca de 30% desses pacientes conseguem ter algum ganho de visão”, afirma o Dr. André. Tal medicamento é disponibilizado pelos planos de saúde privados e também pelos estados de Mato Grosso, Pará, Bahia, Ceará, Pernambuco, Minas Gerais, além do Distrito Federal.
 

Teste da Tela de Amsler

Uma das formas para identificar alterações na retina e os primeiros sintomas das doenças da visão, como a DMRI é a Tela de Amsler. O teste, que pode ser realizado em casa, deve ser feito periodicamente por pessoas com mais de 50 anos. O teste está disponível no seguinte link:
http://www.porquevereviver.com.br/amsler.pdf
 

Referência:
1 Parecer da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo – Degeneração Macular Relacionada à Idade: Diagnóstico e Terapêutica

In Press

  • Seu nome

    Seu Comentário

    Seja o primeiro a comentar esta notícia, CLIQUE EM COMENTAR

Este Portal é um veículo de conteúdo, informação e divulgação sobre assuntos relacionados a oftalmologia (IMPRENSA), todo conteúdo veiculado é de responsabilidade de seus autores. NUNCA deixe de consultar o seu médico oftalmologista.
TEMAS
Portal DR. VISÃO - Todos os direitos reservados - ® 2000 - 2011